HORA MUNDIAL (Clique sobre o local desejado para visualizar)

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Porque o buraco de ozônio fica sobre a Antártica e lá a poluição é menor

O Ozônio (O3) fica na estratosfera e é um gás que envolve a Terra e a protege das radiações ultravioletas do Sol. Sua camada protetora é destruída pela ação do gás CFC (clorofluorcarbono), emitido principalmente por sprays e sistemas de refrigeração. Mas esse processo é muito demorado, e CFC leva setenta anos para atingir a estratosfera e espalhando-se uniformemente ao redor de todo o planeta graças às correntes de ar.

A destruição sobre o pólo sul é maior porque a nuvem estratosférica polar,por ser mais fria, facilita a reação química entre o CFC e o ozônio, favorecendo o crescimento do buraco sobre a Antártica. Este fenômeno também ocorre no Polo Norte, mas lá as correntes de ar são capazes de repor o azônio destruído.

0 comentários:

Postar um comentário