HORA MUNDIAL (Clique sobre o local desejado para visualizar)

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Por que o nome de certos países da Ásia termina em "istão"?

O sufixo 'stão' vem da língua persa, ou farsi, que já era falada no século 6 a.C. A raiz 'stan' significa 'país' ou 'lugar de'. Assim, os nomes dessas nações são compostos pelos nomes dos povos pré-iranianos que viviam nos locais, seguidos do sufixo. Conheça a origem dos principais prefixos:

1 - CAZAQUISTÃO
'Alguém independente e livre', usado também pelos russos (cossacos)

2 - UZBEQUISTÃO
'Homens genuínos', do turco. Nome dado a tribos persas nômades

3 - TURCOMENISTÃO
Como o antigo povo da Ásia chamava a si mesmo

4 - QUIRGUISTÃO
Do turco antigo, significa '40 tribos'

5 - TADJIQUISTÃO
'Cabeça coroada', do persa

6 - AFEGANISTÃO
Referente ao nome de um imperador iraniano, Apakan

7 - PAQUISTÃO
Exceção à regra, 'pak' reúne as iniciais de Punjab, Afeganistão e Cachemira (Kashmir)

Fonte: Worldatlas.com

domingo, 30 de maio de 2010

O trabalho do Geógrafo na sociedade


O Geógrafo vê o mundo de muitas formas.
A pessoa que se forma em Geografia é chamada de Geógrafo, durante o curso é possível se graduar em licenciatura e bacharelado ao mesmo tempo, ou somente em um dos dois.

O profissional licenciado atua na docência e em todos os níveis do ensino (fundamental, médio e superior). O Geógrafo bacharel desenvolve atividades no seguimento de pesquisa e suporte técnico direcionados a diversos tipos de temas, em áreas urbanas, rurais, florestais entre outros.

Os principais ramos de atuação do Geógrafo:

Meio ambiente e estudos ambientais

• Elaboração de EIA (Estudo de Impacto Ambiental) e RIMA (Relatório de Impacto Ambiental), além de avaliar, fornecer laudos técnicos e manejo dos recursos naturais.

• Projeto de recuperação de áreas degradadas e gerenciamento ambiental.

• Controle do uso das bacias hidrográficas e das áreas de conservação ambiental.

• Elaboração de projetos preventivos contra processos erosivos, assoreamentos e também recuperação de áreas com presença de erosões.

Planejamento urbano e populacional

• Elaboração de planos diretores para cidades, zonas rurais entre outros.

• Organização territorial.

• Instituir e administrar sistemas de informações geográficas.

• Gerenciamento na implantação de redes de transportes que oferecem condições de fluxo de pessoas, mercadorias e serviços.

• Estudo de mercado em diferentes escalas (Local, regional e internacional).

• Análise de regiões e seus aspectos para realização do planejamento.

• Estudos diversos acerca das populações e suas relações econômicas, sociais, culturais, políticas e demais assuntos relacionados.

Cartografia

• Realização de mapeamento direcionado a inúmeros temas de abordagem.

• Construção e elaboração de mapas e cartas que delimitam territórios municipais, estaduais, nacionais e internacionais.

• Elaboração e análise de cartas de declividade ou topográfica e o estudo do relevo.

• Interpretação de foto aérea, imagem de radar, imagem de satélite e sensoriamento remoto.

• Geoprocessamento, uso do GPS e de programas de computador direcionados à cartografia.

Turismo

• Parecer técnico de potencial turístico e gerenciamento dos mesmos.

• Implantação de projetos ligados aos serviços do ecoturismo.
(Fonte: Eduardo de Freitas
Graduado em Geografia
Equipe Brasil Escola)

sábado, 29 de maio de 2010

Teste sua mente

Leia este texto
De aorcdo com uma peqsiusa de uma uinrvesriddae ignlsea, não ipomtra em qaul odrem as lteras de uma plravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que a piremria e útmlia Lteras etejasm no lgaur crteo. Atnes vcoê etsava com um pucoo de dfiucddae praa ler, o rseto pdoe ser uma bçguana ttaol, que vcoê anida pdoe ler sem pobrlmea. Atnes vcoê etsava com um pucoo de dfiucddae praa ler, mas aogra já d Itso é poqrue nós não lmeos cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo. Sohw de bloa!


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Fixe seus olhos no texto abaixo e deixe que a sua mente leia corretamente o que está escrito.

35T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO 35T4V4 M310 COMPL1C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4NDO O CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO? POD3 F1C4R B3M ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3! P4R4BÉN5!

Onde Judas perdeu as botas


A religiosidade popular foi responsável pela cunhagem dessa conhecida expressão.


Do ponto de vista histórico, bem sabemos que o homem tem a incrível capacidade de fantasiar e transformar as narrativas que lhe estão disponíveis. Um texto ou ditado popular sofre apropriações e reinterpretações que os transforma em um bem cultural subordinado ao interesse e o costume dos homens de uma época. De fato, seriam bastante os exemplos que sustentam essa tese.

Entre a Antiguidade e a Idade Média, por exemplo, a inacessibilidade aos textos bíblicos foi responsável pela criação de várias narrativas envolvendo os personagens cristãos. Os feitos e destinos de certos nomes presentes na Bíblia ganhavam acréscimos e certas distorções que salientavam a forte presença do cristianismo no imaginário dessa época. Levando em conta que boa parte da população era iletrada, ficava difícil de impor um rigor de verdade entre as várias histórias de cunho bíblico.

Por meio de um desses mitos, acabamos por descobrir a origem de uma expressão popular utilizada quando algo fica bastante longe ou “onde Judas perdeu as botas”. Na Bíblia, não existe nenhum indício ou relato de que Judas Iscariotes, o delator de Cristo, teria ou não o hábito de calçar botas. Contudo, uma antiga história popular dizia que o discípulo traidor teria escondido em um par de botas as trinta moedas que firmaram o acordo com os sacerdotes judeus.

Comprovando a natureza mítica do relato, até hoje ninguém teve a oportunidade de descobrir o lugar onde as botas de Judas teriam ficado escondidas. Dessa forma, com o passar do tempo, o lugar “onde Judas perdeu as botas” foi sendo empregado para quando alguém não conseguia encontrar algo ou indicar algum território longínquo, de difícil acesso. Por fim, bem sabemos que a antiga fantasia do imaginário cristão acabou ficando viva nessa expressão ainda tão empregada.


  (Fonte:Rainer Sousa
Graduado em História
Equipe Brasil Escola)

A formação de redemoinhos

                                                            Redemoinhos se formam pela ação da natureza.

Ao subir e descer, muitas vezes as marés produzem correntes circulares, conhecidas como redemoinhos, e alguns deles provocam uma pressão para baixo, chamada de turbilhão.

Os redemoinhos podem ocorrer em diferentes locais: em mar aberto, na costa, ou seja, não existe uma regra específica. Mas é possível fazer uma previsão de onde vai surgir, em geral, este fenômeno ocorre em áreas tropicais em virtude do calor intenso que interfere na temperatura dos oceanos.

A grande causa de redemoinhos é o encontro de uma porção de água aquecida com outras circunvizinhas mais frias. Estas águas se encontram em uma temperatura amena (menos quente) em decorrência das sombras de nuvens, por exemplo.

Para que ocorra um redemoinho são necessários vários fatores:

- A temperatura média de aquecimento da água tem que estar por volta de 26° C. A água se torna mais leve a esta temperatura e eleva seu nível de evaporação;

- Passam a existir as chamadas áreas de baixa pressão, em razão de o ar ficar diferente nessas superfícies;

- O vento nestas áreas sopra em movimentos circulares. Daí então está formado o redemoinho no mar.

Em geral os redemoinhos ocorrem no mar na costa do Japão, Noruega, Estados Unidos e Escócia. Já foi registrado um redemoinho com 75m de diâmetro em Old Sow, EUA. Redemoinhos no mar não têm poder suficiente para virar um barco, mas o turbilhão pode afogar facilmente um nadador ou mergulhador.

Um exemplo famoso é o redemoinho Naruto, no Japão, ele acontece no canal que liga o Mar Interior de Seto ao Oceano Pacífico, tem a terceira mais rápida corrente do mundo, a 20 km/h. O redemoinho ocorre 4 vezes ao dia e atrai a atenção de observadores e turistas.

Os redemoinhos também podem ocorrer em rios e lagos, mas não nas mesmas circunstâncias dos mares. Nesse caso, o que interfere na formação deste fenômeno é o fundo dos rios, principalmente aqueles com muitas depressões, pedras e buracos na areia.

Para que aconteça um redemoinho em um rio, por exemplo, é necessário que exista um “sumidouro”, ou seja, um lugar (um ponto) que absorve a água. Esta região se encontra no fundo do rio e funciona como um ralo de banheira, onde a água é sugada para seu interior. E foi justamente este fenômeno que ocorreu com o barco do comandante Sales, que ocasionou a morte de 40 pessoas em maio (2008). O barco foi tragado pelas águas do rio Solimões, no Amazonas.
(Fonte: Líria Alves-Equipe Brasil Escola)

Como são construídos os prédios à prova de terremotos?

O Japão, que constantemente é atingido por terremotos, foi o precursor desse tipo de construção. O sistema consiste em colocar molas no meio da fundação dos edifícios. Assim, o prédio balança por igual durante os tremores. É esta oscilação uniforme que impede o edifício de cair. Nos Estados Unidos, a técnica é intercalar camadas de borracha natural e chapas de aço na construção.

De onde vem o som de um trovão? (e mais...)

Os cientistas acreditam que a causa para os trovões é a rápida expansão do ar que se aquece devido ao relâmpago. A enorme energia do raio aquece um estreito canal de ar a temperaturas superiores a 50.000ºC. Isto acontece tão rapidamente - em alguns milésimos de segundo - que o canal de ar quente não tem tempo de se expandir enquanto aquece. Isto produz uma grande pressão dentro do canal, que pode ultrapassar as 100 atmosferas. A elevada pressão gera uma perturbação sonora que é percebida como o som de um trovão.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Porque é que os pneus são pretos?
Porque recebem uma substância preta chamada carbono. Se os pneus fossem feitos sem carbono, iriam desintegrar-se como a borracha que usamos na escola.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Por que a cor laranja se chama laranja e limão não se chama verde?
- Porque laranja vem do Árabe "Narandja" e limão vem do persa "Laimum": são origens diferentes. Além do mais, a cor recebeu o nome da fruta e não o contrário.
Fonte:
http://www.internerd.hpg.ig.com.br/cpergunta.html

Curiosidades curiosas

Pessoas destras vivem em média 9 anos mais do que as canhotas.

(E se a pessoa for ambidestra?)

Elefantes são os únicos animais que não conseguem pular.

(E é melhor que seja assim!)

O olho de um avestruz é maior do que o seu cérebro.

(Conheço gente assim)

Estrelas-do-mar não têm cérebros.

(Conheço gente assim também)

Ursos polares são canhotos.

(Se eles começarem a usar o outro lado, viverão mais)

Se você ficar gritando por 8 anos, 7 meses e cinco dias, terá produzido energia sonora suficiente para aquecer uma xícara de café.

(Não parece valer a pena.)

O coração humano produz pressão suficiente para jorrar o sangue para fora do corpo a uma distância de 10 metros.

(Uau!)

RSRSRS...

O canditado a governador sobe no palanque e diz:
- Neste bolso nunca entrou dinheiro do povo
Aí grita uma pessoa que assitia o comício:
- Calça nova, hein?
.............................................

A Dedução de Watson

Sherlock Holmes e o doutor Watson vão acampar. Após um bom jantar e uma garrafa de vinho, entram nos sacos de dormir e caem no sono. Algumas horas depois, Holmes acorda e sacode o amigo. _“Watson, olhe para o céu estrelado. O que você deduz disso?”. Depois de ponderar um pouco, Watson diz: “Bem, astronomicamente, estimo que existam milhões de galáxias e potencialmente bilhões de planetas. Astrologicamente, posso dizer que Saturno está em Câncer. Também dá para supor, pela posição das estrelas, que são cerca de 3h15 da madrugada… O que você me diz, Holmes?”. Sherlock responde: “Elementar, Watson, seu idiota! Alguém roubou nossa barraca!”

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>



quarta-feira, 26 de maio de 2010

Índice de Desenvolvimento Humano

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é uma medida comparativa que engloba três dimensões: riqueza, educação e esperança média de vida. É uma maneira padronizada de avaliação e medida do bem-estar de uma população. O índice foi desenvolvido em 1990 pelos economistas Amartya Sen e Mahbub ul Haq, e vem sendo usado desde 1993 pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento no seu relatório anual.
Todo ano, os países membros da ONU são classificados de acordo com essas medidas.
Na edição de 2009, o IDH avaliou 182 países, com a inclusão de Andorra e Liechtenstein pela primeira vez, e a volta do Afeganistão, que havia saído do índice em 1996.
A Noruega continuou no topo da lista, seguida pela Austrália e Islândia. Serra Leoa, Afeganistão e Níger são os três últimos e apresentam os piores índices de desenvolvimento humano

Mapa-múndi indicando os dados mais recentes de cada país para o Índice de Desenvolvimento Humano.
██ Desenvolvimento humano muito elevado (Acima de 0,900)
██ Desenvolvimento humano elevado (De 0,800 a 0,899)
██ Desenvolvimento humano médio (De 0,500 a 0,799)

Critérios de avaliação

Classificação

O índice varia de zero (nenhum desenvolvimento humano) até 1 (desenvolvimento humano total), sendo os países classificados deste modo:
  • Quando o IDH de um país está entre 0 e 0,499, é considerado baixo – país de desenvolvimento baixo (subdesenvolvido)
  • Quando o IDH de um país está entre 0,500 e 0,799, é considerado médio – país de desenvolvimento médio (em desenvolvimento)
  • Quando o IDH de um país está entre 0,800 e 0,899, é considerado elevado – país de desenvolvimento alto (em desenvolvimento)
  • Quando o IDH de um país está entre 0,900 e 1, é considerado muito elevado – país de desenvolvimento muito alto (desenvolvido)
(Fonte: Wikipedia) (Clique no link para continuar a ler)
http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%8Dndice_de_Desenvolvimento_Humano

SITE IBGE DE BRINCADEIRAS GEOGRÁFICAS

http://www.ibge.gov.br/7a12/brincadeiras/default.php

SITES DE GEOGRAFIA

http://www.geografo.110mb.com/index.html


http://www.miniweb.com.br/Geografia/SitesdeGeografia.html

JOGO DE GEOGRAFIA INTERESSANTE

http://portalcab.com/-/6297

ÁSIA -ASPECTOS GERAIS- (para o trabalho do 2º bimestre)

http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81sia

JOGOS DE GEOGRAFIA

Site com muitos jogos.

http://www.atividadeseducativas.com.br/index.php?lista=geografia

MOEDAS DO MUNDO

O site Moedas do Mundo apresenta as principais moedas do mundo e sua cotação atual em reais. Ótimo recurso para as aulas de Geografia.


http://www.bc.gov.br/htms/bcjovem/moedasmundo.htm

CURIOSIDADES SOBRE O DINHEIRO

O site apresenta várias curiosidades sobre o dinheiro no Brasil.

www.bc.gov.br

QUEBRA-CABEÇA DO BRASIL (jogo )

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnica.html?id=10813

JOGOS DE GEOGRAFIA

http://pt.yupis.org/jogos-geografia/

JOGOS GEOGRÁFICOS, FOTOS, ETC

http://www.geografiaparatodos.com.br/index.php?pag=pag1

Tigres Asiáticos- para o trabalho do 2º bimestre

http://pt.wikipedia.org/wiki/Tigres_asi%C3%A1ticos

Geografia- países, capitais, densidade, etc

http://www.copadopenta.hpg.ig.com.br/paisesecapitais.htm

terça-feira, 25 de maio de 2010

SÍNDROME DE BURNOUT


Descrição

A síndrome de Burnout (do inglês to burn out, queimar por completo), também chamada de síndrome do esgotamento profissional, foi assim denominada pelo psicanalista nova-iorquino, Freudenberger, após constatá-la em si mesmo, no início dos anos 1970.

Estágios

São doze os estágios de Burnout:
  • Necessidade de se afirmar
  • Dedicação intensificada - com predominância da necessidade de fazer tudo sozinho;
  • Descaso com as necessidades pessoais - comer, dormir, sair com os amigos começam a perder o sentido;
  • Recalque de conflitos - o portador percebe que algo não vai bem, mas não enfrenta o problema. É quando ocorrem as manifestações físicas;
  • Reinterpretação dos valores - isolamento, fuga dos conflitos. O que antes tinha valor sofre desvalorização: lazer, casa, amigos, e a única medida da auto-estima é o trabalho;
  • Negação de problemas - nessa fase os outros são completamente desvalorizados e tidos como incapazes. Os contatos sociais são repelidos, cinismo e agressão são os sinais mais evidentes;
  • Recolhimento;
  • Mudanças evidentes de comportamento;
  • Despersonalização;
  • Vazio interior;
  • Depressão - marcas de indiferença, desesperança, exaustão. A vida perde o sentido;
  • E, finalmente, a síndrome do esgotamento profissional propriamente dita, que corresponde ao colapso físico e mental. Esse estágio é considerado de emergência e a ajuda médica e psicológica uma urgência.

CENTRO, PERIFERIA e SEMIPERIFERIA MUNDIAIS

(Clique para ampliar)

(imagem da NET)

 Sistema mundial capitalista

O sistema mundial capitalista é muito heterogéneo em termos culturais, políticos e económicos, abarcando grandes diferenças de desenvolvimento civilizacional, acumulação de capital e poder político. Ao contrário de teorias positivistas da modernização e desenvolvimento capitalista, Wallerstein não atribui estas diferenças a um atraso de certas regiões face a outras, que a própria dinâmica do sistema tenderia a apagar, mas à própria natureza do sistema mundial. Ao sistema mundial é inerente uma divisão entre centro, periferia e semiperiferia, em função da divisão do trabalho entre as regiões.
O centro é a área de grande desenvolvimento tecnológico que produz produtos complexos; a periferia é a área que fornece matérias-primas, produtos agrícolas e força de trabalho barata para o centro. A troca económica entre periferia e centro é desigual: a periferia tem de vender barato os seus produtos enquanto compra caro os produtos do centro, e essa situação tende a reproduzir-se de forma automática, quase determinista, embora seja também dinâmica e mude historicamente. A semiperiferia é uma região de desenvolvimento intermédio que funciona como um centro para a periferia e uma periferia para o centro. Em finais do séc. XX incluiria regiões como o a Europa Oriental, o Brasil ou a China. Regiões centrais e periféricas podem coexistir em espaços muito próximos.
Uma consequência da expansão do sistema mundial é a contínua "mercadorização" das coisas, incluindo o trabalho humano. Recursos naturais, terra, trabalho, relações sociais são gradualmente espoliados do seu valor intrínseco e transformadas em mercadorias cujo valor de troca é determinado no mercado.
(Resumo do texto de Immanuel Wallertin - Wikipedia)

segunda-feira, 24 de maio de 2010

CARTÉIS, TRUSTES E HOLDINGS (Resumo)

A partir de 1870, a fusão de empresas em conseqüência das crises ou do livre jogo do mercado, no qual as mais fortes e hábeis absorviam as menores, acarretou uma concentração do capital em grau muito mais elevado do que anteriormente, causando importantes modificações no funcionamento do sistema capitalista. Surgiram as grandes corporações industriais e financeiras, denominadas "cartéis", "trustes" e "holdings", que caracterizam o chamado capitalismo "monopolista" substituindo o capitalismo liberal da livre concorrência.


domingo, 23 de maio de 2010

Pensamento

Época triste a nossa... mais fácil quebrar um átomo do que o
preconceito! (A. Einstein)

Pensamento

"O que é um rebelde? Um homem que diz não."


O primeiro economista do mundo foi Cristóvão Colombo: quando saiu, não sabia
para onde ia; quando chegou, não sabia onde estava. E tudo por conta do
governo. (Ronaldo Costa Couto)


Nunca se ache demais, pois tudo o que é demais sobra, tudo o que sobra é
resto e tudo o que é resto vai para o lixo. (Anônimo)

Fiz um acordo de coexistência pacífica com o tempo: nem ele me persegue, nem eu
fujo dele. Um dia a gente se encontra. (Mário Lago)

sábado, 22 de maio de 2010

SUBDESENVOLVIMENTO E NOVA DIT (Textos e exercícios)

Aqui será mostrado porque alguns países começaram a ser chamados de países subdesenvolvidos. E como hoje é feita a divisão internacional do trabalho entre esses países e os desenvolvidos.

Países em desenvolvimento

Guerras e guerrilhas de libertação nacional varreram a África e a Ásia na década de 40 a 60. Surgiram como conseqüência, muitos Estados Novos. O mundo passou a enxergar a desigualdade que existe entre os Estados.

A ONU (Organização das Nações Unidas) faz estatísticas e avaliações que demonstram que a maioria das pessoas que faziam parte das ex-colônias tem em padrão de vida inferior ao que é considerado digno, e que a economia de seus países é bem inferior do que a de suas ex-metrópoles. Esses novos Estados asiáticos e africanos, e também latino-americanos, independentes desde o século XIX, tem graves problemas na economia, na estrutura social e política. Continuam essencialmente exportadores de matérias-primas e alimentos a preços baixos. Portanto, esses países tem uma economia frágil. Existe uma grande desigualdade social nesses países. Com isso a maioria da população vive em péssimas condições, pode ser visto facilmente se compararmos com países desenvolvidos.

A essa situação real, os especialistas chamam de subdesenvolvimento, que inclui quatro quintos da população mundial. Alguns acham mais correto dizer países não-desenvolvidos.

Essa classificação, países subdesenvolvidos, divide cerca de duzentos países em dois grupos. Essa classificação passa uma idéia de que o subdesenvolvimento é um estágio para o desenvolvimento. O subdesenvolvimento e desenvolvimento são realidades resultantes do processo do capitalismo. Com a exploração colonialista e imperialista houve uma transferência de riquezas das colônias para as metrópoles. Ou seja, hoje os países desenvolvidos eram as os que exploravam e recebiam riquezas das colônias no passado. O capitalismo da mesma forma que gerou desigualdades dentro de cada país, gerou desigualdades entre os países. Com isso podemos dizer que para haver uma inversão nisso tudo, ou seja, os países que hoje são classificados como subdesenvolvidos serem desenvolvidos, deveríamos voltar o tempo e fazer tudo ao contrário. Mas acabaria dando no mesmo, pois para um país crescer ele deve explorar outro.

Ainda é possível que um outro país subdesenvolvido consiga se desenvolver. Coréia do Sul e Cingapura são um exemplo disso. Daí muitas é preferível a denominação não-desenvolvidos, que nos transmite melhor a idéia de que são países que não estão indo para o desenvolvimento.

O mundo todo desenvolvido não é só impossível por razões econômicas, mas também por fatores ambientais. Simplesmente podemos dizer que, do ponto de vista ecológico, o padrão de desenvolvimento que há nos países ditos desenvolvidos é insustentável.

Alguns países porem, como o Brasil e a Índia, são em vários aspectos (produção industrial, disponibilidade de recursos naturais, potencial de mercado interno, como exemplo) mais ricos que alguns países ditos desenvolvidos.

Os países do Golfo Pérsico que são produtores de petróleo, possuem rendas per capita que estão entre as mais altas do mundo. Entretanto, a sua riqueza está concentrada na minoria da população, por isso não podem ser considerados países desenvolvidos. O Brasil, que também possui uma renda média alta, possui uma das piores distribuições do mundo, por isso é considerado um país subdesenvolvido.

Sendo assim, para se analisar o índice de desenvolvimento de um país e a qualidade de vida da população é necessário além dos indicadores econômicas, os indicadores sociais (expectativa de vida, analfabetismo, etc.) e os indicadores políticos. A ONU tem levantado o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de quase todos os países, tendo um relatório mais preciso da qualidade de vida das populações.


DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (Nova DIT) (Exercício - outro)

1. Por divisão internacional do trabalho entende-se:

a) Produção de tudo que um país necessita para seu
desenvolvimento, isso em virtude de sua intensa industrialização.
b) Organização dos países do terceiro mundo, responsável pela
integração cada vez maior de suas economias.
c) Autonomia entre países exportadores de matérias-primas e os
exportadores de produtos industrializados.
d) Especializações dos países em produção de determinadas
mercadorias destinadas ao mercado internacional.
e) Necessidade de circulação de mercadorias, isto é, o comércio nos
diferentes graus de desenvolvimento.
2. A desigualdade entre desenvolvimento de países ricos e pobres,
dá-se o nome de divisão internacional do trabalho.
Caracterizada por vários fatores exceto:

a) As nações pobres são produtoras de matéria-prima
b) As nações pobres são os sustentáculos do sistema, fazendo parte
da periferia.
c) A riqueza dos países periféricos gerou sempre a sua pobreza.
d) Os ricos são o centro do mundo capitalista, pela sua autonomia e
auto-suficiência.
e) Os países de centro exploram os recursos humanos e naturais
dos países periféricos.

3. A respeito da moderna divisão internacional do trabalho julgue os
itens abaixo V ou F:

( ) Alguns países subdesenvolvidos, além de exportadores
tradicionais de matérias-primas para os países desenvolvidos,
exportam também produtos manufaturados, tais como calçados,
Tecidos e até automóveis.
( ) Empresas multinacionais instaladas nos países subdesenvolvidos
remetem boa parte dos seus lucros aos países desenvolvidos.
( ) Bens manufaturados exportados pelos países subdesenvolvidos,
via de regra, têm preços mais baixos e menor valorização no
mercado internacional.
( ) A transferência de tecnologias e a proibição de remessas de lucro
para o exterior tornaram-se importantes mecanismos utilizados pelas
empresas multinacionais instaladas na América Latina para
desenvolver nosso parque industrial após a década de 50.
( ) Empresas multinacionais têm-se utilizado de vasta mão-de-obra
barata, das matérias-primas a baixo custo, dos incentivos fiscais e da
freqüente inexistência de legislação ambiental nos países
subdesenvolvidos.

4. O que chamo de a mais nova divisão internacional do trabalho
está disposta em quatro posições diferentes na economia
informacional/global: produtores de alto valor com base no trabalho
informacional; produtores de grande volume baseado no trabalho de
mais baixo custo; produtores de matérias-primas que se baseiam em
recursos naturais; e os produtores redundantes, reduzido sao
trabalho desvalorizado (...) A questão crucial é que estas posições
diferentes não coincidem com os países.São organizadas em redes
e fluxos, utilizando a infra-estrutura tecnológica da economia
informacional (...)
(Manuel Castells, A sociedade em rede.)
Considerando as informações contidas no trecho e as alterações no
espaço geográfico a partir da Revolução Informacional, é correto
afirmar que:

(A) A nova divisão internacional do trabalho é uma reprodução da
clássica divisão, pois há espaços geográficos de alto valor
informacional (países centrais) e outros de trabalho desvalorizado
(países da periferia).
(B) O desenvolvimento tecnológico na área de informação, ao
reorganizar os fluxos de capital e de pessoas, criou uma rede
hierarquizada e cristalizada de novos países informatizados.
(C) As “cidades globais” Nova Iorque, Otawa e Rio de Janeiro são
espaços geográficos exclusivos dos produtores de alto valor do
trabalho informacional, representando, portanto, os ícones da nova
divisão internacional do trabalho.
(D) As quatro posições descritas podem ocorrer simultaneamente
num mesmo país, visto que a nova divisão internacional do trabalho
não ocorre entre países, mas entre agentes econômicos organizados
em sistemas de redes e fluxos.
(E) Estão excluídos da nova divisão internacional do trabalho os
países de economia dependente, porque não são capazes de
produzir tecnologia de ponta, o que os impede de participar

5- Caracterizam os países subdesenvolvidos, exceto:
a) baixo consumo de energia elétrica;
b) elevadas taxas de natalidade;
c) grande crescimento populacional;
d) predominância da população economicamente ativa no setor secundário e terciário;
e) predomínio de matérias-primas nas exportações.

6- Cortando fronteiras com capital e tecnologia, as multinacionais otimizam mercados, recursos naturais e políticos em escala mundial. Uma nova forma de acumular lucros, uma nova divisão internacional do trabalho. KUCINSKI, Bernardo. O que são multinacionais
A nova divisão internacional do trabalho apresentada no texto tem como causa a seguinte atuação das multinacionais:


a) aplicação de capitais em atividades agropastoris nos países periféricos;
b) implantação de filiais em países de mão-de-obra barata;
c) participação em mais de um ramo de atividade;
d) importação de matérias-primas do 3° mundo;
e) exploração de novas fontes de energia.

(O gabarito deste exercíco está no link abaixo)
http://adohstestes.blogspot.com/2010/05/divisao-internacional-do-trabalho-nova.html

Diferenças entre norte e sul


(SIDA = AIDS)

sexta-feira, 21 de maio de 2010

DIT & NOVA DIT

A divisão de atividades e serviços entre os inúmeros países do mundo recebe o nome de Divisão Internacional do Trabalho (DIT).

Há países que são exportadores de matéria-prima e de mão-de-obra barata. Caracterizados por uma industrialização tardia, eles têm, quase sempre, economias frágeis e sofrem grande número de crises econômicas. E há países de economia mais forte, industrializados, cujas crises econômicas ocorrem de maneira esporádica.

Os países de economia frágil necessitam receber investimentos dos países mais ricos. Então, para atrair esses investimentos e melhorar suas economias fragilizadas, oferecem amplas isenções de impostos, leis ambientais frágeis, entre outras facilidades.

Ao longo do tempo, diferentes combinações das atividades produtivas entre os países implicaram em diversas formas de Divisão Internacional do Trabalho. A DIT expressa, portanto, essas diferentes fases da evolução histórica do capitalismo: começando pela relação entre metrópoles e colônias - e chegando às relações em que países desenvolvidos se agregam a países subdesenvolvidos ou não industrializados.


quinta-feira, 20 de maio de 2010

AMBIENTE (Exercício - )


(Fonte: imagem da NET ) (Clique para ampliar)


Nas alternativas “a”, “b”, “c”, “d” ou “e” das questões abaixo, apenas uma está correta. Observe atentamente e marque-a.

01) Considerando a riquezas dos recursos hídricos brasileiros, uma grave crise de água em nosso país poderia ser motivada pela:

a) Reduzida área de solos agricultáveis.
b) Ausência de reservas de águas subterrâneas.
c) Escassez de rios e de grandes bacias hidrográficas.
d) Degradação dos mananciais e desperdício no consumo.
e) Transposição do rio São Francisco.

02) Por meio de seus diferentes usos e costumes, as atividades humanas interferem no ciclo da água, alterando:

a) A quantidade total
b) A qualidade da água e sua quantidade disponível para o consumo das populações.
c) A qualidade da água disponível apenas no subsolo terrestre
d) Apenas a quantidade de água superficial existente nos rios e lagos.
e) O regime de chuvas, mas não a quantidade de água para consumo disponível no planeta

03) Observando os elementos naturais do espaço, verificamos que eles combinam entre si. Possuem uma interdependência. Se ocorrerem modificações entre eles, todo o conjunto é alterado, surgindo uma nova combinação. As forças naturais são responsáveis pelas modificações ao longo da história geológica. Mas o homem, com suas intervenções, tem provocado profundos desequilíbrios ambientais, uma segunda natureza. Assim, no processo de produção do espaço geográfico:

a) O homem se apropria de absolutamente todo o espaço natural, que pode ser chamado de 1ª natureza, e o transforma em uma 2ª natureza, segundo suas necessidades e interesses.
b) A segunda natureza, portanto, nada mais é do que a natureza humanizada.
c) Os espaços geográficos são constituídos e reconstituídos ao longo da história das sociedades humanas, de modo que possuem uma historicidade de prevenção.
d) Os espaços geográficos não são resultados da vontade humana, e não podem sofrer alterações ao longo da história humana.
e) O homem pouco interferiu na natureza.

04) Segundo uma organização mundial de estudos ambientais, em 2025, duas de cada três pessoas sofrerão carência de água caso não haja mudanças no padrão atual de consumo do produto. Uma alternativa adequada e viável para prevenir a escassez, considerando-se a disponibilidade global, seria:

a) Desenvolver processos de reutilização da água.
b) Explorar leitos de água subterrânea.
c) Ampliar a oferta de água captando-a em outros rios.
d) Captar águas pluviais
e) Importar água doce de outros estados.


05) [...]O papel é produzido a partir de material vegetal e, por conta disso, enormes extensões de florestas já foram extintas[...]
Para evitar que novas áreas de florestas nativas, principalmente as tropicais, sejam destruídas para suprir a produção crescente de papel, foram propostas as seguintes ações:


I) Aumentar a reciclagem de papel, por meio da coleta seletiva e processamento em usinas.
II) Reduzir as tarifas de importação de papel .
III) Diminuir os impostos para produtos que usem papel reciclado.

PARA UM AMBIENTE GLOBAL MAIS SAUDÁVEL, APENAS:

a) A proposta I é a adequada.
b) A proposta II é a adequada.
c) A proposta III é a adequada.
d) As propostas I e II são adequadas.
e) As propostas I e III são adequadas.

06) A paisagem é um conjunto heterogêneo de formas naturais e artificiais, é formada por frações de ambas[...]. Quanto mais complexa a vida social tanto mais nos distanciamos de um mundo natural e nos endereçamos a um mundo artificial[...]. Este parece ser o caminho da evolução[...]

CONSIDERANDO AS CONSEQUÊNCIAS DESSAS TRANSFORMAÇÕES SOB O ENFOQUE AMBIENTAL, É CORRETO AFIRMAR:

a) Todos os resíduos sólidos do lixo urbano se reincorporam rapidamente à terra porque são biodegradáveis.
b) As áreas verdes não são necessárias nas cidades.
c) Nos ambientes urbanos, a inversão térmica que ocorre normalmente no verão, ocasiona a retenção de poluentes nas camadas mais baixas da atmosfera.
d) O fenômeno das ilhas de calor tem como uma das causas a alta capacidade de absorção de calor, como paredes de cimento e ruas asfaltadas.
e) O “mundo artificial” também traz benefícios.

07) Sobre as chuvas ácidas podemos afirmar que:
I) São chuvas com elevado grau de acidez geradas pela combinação da água, presente na atmosfera, com substâncias poluentes originada pela queima de combustíveis fósseis.
II) É um fenômeno atmosférico provocado pelo uso intensivo de pesticidas e fungicidas, nas áreas com elevado índice de desenvolvimento agrícola.
III) São chuvas cujas conseqüências se fazem sentir em diferentes áreas, independente dos locais onde existam as fontes emissoras de poluentes.
IV) É um fenômeno atmosférico que tem como conseqüências a destruição da vegetação, a acidificação dos lagos e represas, a corrosão de monumentos históricos, entre outras..

ESTÃO CORRETOS
a) I e II
b) I, III e IV
c) II, III e IV
d) III e IV
e) I, II, III e IV


08 ) Sobre a questão ambiental no planeta, é correto afirmar que:

a) Os países desenvolvidos já conseguiram superar seus problemas de meio ambiente.
b) Os antigos países da ex União Soviética ao introduzirem outro tipo de economia conseguiram reorganizar o espaço e conservar o meio ambiente.
c) A pobreza, o crescimento da população e a degradação do meio ambiente estão intimamente ligados e podem explicar vários problemas ecológicos.
d) Caso se confirme o aquecimento global pelo efeito estufa, as planícies litorâneas serão as menos afetadas.
e) O crescimento da população e da pobreza não interferem na questão ambiental.

09) No 1º mundo concentra-se a poluição da riqueza: usinas nucleares, chuva ácida, montanhas de lixo aterrado, doenças provocadas pelo excesso de bebidas, álcool ou drogas. No 3º mundo,no que diz respeito às grandes maiorias, concentra-se a poluição da miséria: subnutrição, ausência de água potável ou esgoto, lixões a céu aberto, ausência de atenção médica e medicamentos.

DA LEITURA DO TEXTO É POSSÍVEL AFIRMAR QUE A POLUIÇÃO:

a) Atinge absolutamente igual a todas as áreas do globo, sejam elas desenvolvidas ou subdesenvolvidas.
b) Tem menor área de abrangência nos países desenvolvidos e provoca menos riscos à humanidade.
c) Representa, na atualidade, um mal necessário ao progresso dos países, mas que pode ser resolvido através de intervenções das grandes potências.
d) Tem origem e características diferentes, sendo, em muitos casos, resultante de relações desiguais entre os homens.
e) Atinge somente o mundo subdesenvolvido.

10 ) A ação humana tem provocado algumas alterações quantitativas e qualitativas da água:
I) Contaminação de lençóis freáticos.
II) Diminuição da umidade do solo.
III) Enchentes e inundações.

Pode-se afirmar que as principais ações humanas associadas às alterações I, II e III SÃO RESPECTIVAMENTE:

a) Uso de fertilizantes e aterros sanitários, lançamento de gases poluentes e canalização de córregos e rios.
b) Lançamento de gases poluentes, lançamento de lixo nas ruas e construção de aterros sanitários.
c) Uso de fertilizantes e aterros sanitários, desmatamento e impermeabilização do solo urbano.
d) Lançamento de lixo nas ruas, uso de fertilizantes e construção de aterros sanitários.
e) Construção de barragens, uso de fertilizantes e construção de aterros sanitários.

“O objetivo da educação é a virtude, o desejo de converter-se num bom cidadão.” (Platão)

(O gabarito para estas questões estão no link abaixo)
http://adohstestes.blogspot.com/2010/05/ambiente.html

QUERIDOS VISITANTES

Alguns textos, atividades e/ou imagens publicadas neste blog são de minha autoria, outros porém são de autores diversos (colhidos na NET ou recebidos por e-mail).  Se você é autor de algum texto, atividade ou imagem publicadas neste blog e por algum motivo não deseja que seu trabalho seja aqui exposto, por favor, deixe um comentário  que imediatamente seu trabalho será retirado. Abraço a todos. Com carinho, Anjinha

MAIORES PALAVRAS DA LÍNGUA PORTUGUESA

1. Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico, que define uma pessoa acometida por uma doença pulmonar causada pela aspiração de cinzas vulcânicas, chamada pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiose ou pneumoconiose. O vocábulo de 46 letras ganhou seu primeiro registro no Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (página 2242) em 2001.

2. Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiose é nome da doença cuja palavra para o portador ocupa o primeiro. Também chamada de pneumoconiose — forma resumida e atual — é causada pela aspiração de microscópicas partículas de cinzas vulcânicas. Inclusive, tal enfermidade é a maior palavra do inglês: pneumoultramicroscopicsilicovolcanoconiosis, com 45 letras, uma a menos que no português.

3. Hipopotomonstrosesquipedaliofobia é uma doença psicológica que se caracteriza pelo medo irracional (ou fobia) de pronunciar-se palavras grandes ou complicadas. Contém 33 letras.

4. Anticonstitucionalissimamente, com 29 letras, é a quarta maior palavra do nosso idioma. O maior advérbio da língua portuguesa descreve algo que é feito contra a constituição.

5. Oftalmotorrinolaringologista, o especialista em doenças dos olhos, ouvidos, nariz e garganta, ocupa o quinto lugar deste ranking, com 28 letras.

6. Inconstitucionalissimamente ocupa sexto lugar. O advérbio, com 27 letras, é sinônimo de anticonstitucionalissimamente. É tida geralmente como a mais longa palavra de língua portuguesa pelo Guinness Book of Records. Possui 27 letras e é um advérbio que designa o mais alto grau de inconstitucionalidade.

fonte: http://pt.wikipedia.org

Origem da palavra "MAPA"

A palavra "mapa" surgiu na Idade Média e tem provavelmente origem cartaginesa, significando "toalha de mesa". Os navegadores e os negociantes, ao discutir sobre rotas, caminhos e localidades em locais públicos, rabiscavam diretamente nas toalhas (mappas), surgindo então o documento gráfico que era bastante útil a todos.



Atualmente, a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) define "mapa" como: uma representação gráfica, em geral uma superfície plana e em uma escala determinada, com representação de acidentes físicos e culturais da superfície da Terra, ou de um planeta ou satélite.

Aurora Boreal


A aurora boreal e austral são fenômenos visuais que acontecem ocorrem nas regiões polares de nosso planeta. São luzes coloridas que aparecem no céu, à noite. Normalmente é esverdeada. Estes fenômenos ocorrem em função do contato dos ventos solares com o campo magnético do planeta Terra.



Este fenômeno quando acontece em regiões próximas ao pólo norte é chamado de aurora boreal e quando ocorre no pólo sul é chamado de aurora austral. Os fenômenos são mais comuns entre os meses de fevereiro, março, abril, setembro e outubro.

A aurora boreal pode surgir em vários formatos como pontos luminosos, faixas no sentido horizontal ou circular. No entanto, aparecem sempre alinhados ao campo magnético terrestre. As cores podem variar bastante como, por exemplo, vermelha, laranja, azul, verde e amarela. Muitas vezes surgem em várias cores ao mesmo tempo.

Contudo, se por um lado somos presenteados com este lindo show de luzes da natureza, por outro somos prejudicados. Os mesmos ventos solares que causam este belo espetáculo interferem em meios de comunicação (sinais de televisão, radares, telefonia, satélites) e sistemas eletrônicos diversos.

Curiosidades:

* O nome aurora boreal foi dado pelo astrônomo Galileu Galilei em homenagem à deusa romana Aurora (do amanhecer) e seu filho, deus grego do vento forte Bóreas.

* Tal fenômeno não se restringe a Terra, também ocorre em outros planetas do sistema solar como Júpiter, Marte, Vênus e Saturno e também pode ser reproduzido de forma artificial.



* O local onde há maior incidência da noite polar é na Lapônia Finlandesa.

DATA HISTÓRICA 20/02/2002

Quarta-feira, dia 20 de fevereiro de 2002 foi uma data histórica. Durante um minuto, houve uma conjunção de números que somente ocorre duas vezes por milênio.

Essa conjugação ocorreu exatamente às 20 horas e 02 minutos de 20 de fevereiro do ano 2002, ou seja, 20:02 20/02 2002.

É uma simetria que na matemática é chamada de capicua (algarismos que dão o mesmo número quando lidos da esquerda para a direita, ou vice-versa). A raridade deve-se ao fato de que os três conjuntos de quatro algarismos são iguais (2002) e simétricos em si (20:02, 20/02 e 2002).

A última ocasião em que isso ocorreu foi às 11h11 de 11 de novembro do ano 1111, formando a data 11h11 11/11/1111. A próxima vez será somente às 21h12 de 21 de dezembro de 2112 (21h12 21/12/2112). Provavelmente não estaremos aqui para presenciar.

Depois, nunca mais haverá outra capicua. Em 30 de março de 3003 não ocorrerá essa coincidência matemática, já que não existe a hora 30.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

ÁSIA

Imagem de satélite da Ásia. (Clique na imagem para ampliar)

(Fonte - NET - Wikipedia-(1 000 × 1 000 pixel, tamanho do ficheiro: 649 KB, tipo MIME: image/jpeg)

A área territorial da Ásia é de aproximadamente 44,5 milhões de quilômetros quadrados, que correspondem a quase um terço de todas as terras emersas do planeta Terra. Nela vivem mais de três bilhões de habitantes, número que ultrapassa a metade da população mundial, resultando na extraordinária densidade demográfica de cerca de 70 habitantes por quilômetro quadrado.

Esse extenso território é cortado por três paralelos: no extremo norte, em território da Rússia, pelo Círculo Polar Ártico; no sul, pelo Trópico de Câncer; e, na parte central da Indonésia, pelo Equador.

Está localizada quase totalmente no hemisfério norte, com apenas uma parte das ilhas meridionais da Indonésia ocupando o hemisfério sul.Distribui-se inteiramente pelo hemisfério oriental.
Por constituir uma grande extensão continental de norte a sul, a Ásia ocupa todas as áreas climáticas do hemisfério norte: equatorial, tropical, temperada e polar. Estendendo-se grandiosamente também de leste a oeste, é cortada por 11 fusos horários.

Seus limites territoriais são: ao norte, o Oceano Glacial Ártico; ao sul, o Oceano Índico; a leste, o Oceano Pacífico; e a oeste, os Montes Urais, o Rio Ural e os mares Cáspio, Negro, Mediterrâneo e Vermelho.

A Ásia é, assim, o maior dos continentes, onde se podem encontrar as mais variadas paisagens e tipos climáticos, como também diversidade de grupos étnicos e padrões de desenvolvimento.



TIGRES ASIÁTICOS

Mapa da localização dos quatro Tigres Asiáticos- Hong Kong, Coréia do Sul, Singapura e Taiwan

(Fonte:imagem colhida na NET - Wikipedia - (ficheiro SVG, de 439 × 631 pixels, tamanho: 175 KB))

Os Tigres asiáticos alcançaram o desenvolvimento com um modelo econômico exportador; esses territórios e nações produzem todo tipo de produto para exportá-los a países industrializados. O consumo doméstico é desestimulado por altas tarifas governamentais.

Eles encaram a educação como um meio de aumentar a produtividade. Os países melhoraram o sistema educacional em todos os níveis, assegurando que toda criança freqüente o ensino fundamental e o ensino médio. Também investiu-se na melhoria do sistema universitário. Além disso, destaca-se a prática de incentivos fiscais a multinacionais.

Como os "Tigres" eram relativamente pobres durante a década de 1960, tinham abundância de mão-de-obra barata. Juntamente com a reforma educacional eles conseguiram aproveitar essa vantagem, criando uma força de trabalho de baixo custo, mas muito produtivo.
Além de um sério planejamento econômico, outros fatores favoreceram o desenvolvimento destes países. Alguns fatores muito importantes:

* Investimento de capital estrangeiro, principalmente norte-americano e japonês, que via nesses países uma localização estratégica para fortalecer o capitalismo contra o socialismo, na época da Guerra Fria;
* Exploração da força de trabalho, relativamente barata, que compensava a falta de matérias-primas - as férias são muito reduzidas, a jornada de trabalho elevada e a previdência social restrita;
* Estados altamente centralizados e ditatoriais;
* Economias voltadas fundamentalmente para o mercado externo;
* Ética confucionista - estabelece um modelo socioeconômico que enfatiza o equilíbrio social, a consciência de grupo, a hierarquia, a disciplina e o nacionalismo. As grandes empresas são vistas como grandes famílias, viabilizando, muitas vezes, a ordem e a maior produtividade.

(Foto do porto de Hong Kong)(Clique na imagem para ampliar)

(Fonte: imagem colhida na Wikipedia- (3 495 × 480 pixel, tamanho do ficheiro: 574 KB, tipo MIME: image/jpeg)

Panorama de Taipei, capital e centro econômico da República da China.(Clique para ampliar)

(Fonte: NET - Wikipedia- (1 404 × 454 pixel, tamanho do ficheiro: 364 KB, tipo MIME: image/jpeg)

(Centro financeiro de Seul - Coréia do Sul) (Clique na imagem para ampliar)

(Fonte: imagem colhida na NET- Wikipedia-Gangnampicturefromtheoffice.jpg‎ (734 × 433 pixel, tamanho do ficheiro: 156 KB, tipo MIME: image/jpeg))

(Bandeira da Coréia do Sul)

(Imagem colhida na NET)

Bandeira de Cingapura

terça-feira, 18 de maio de 2010

SUBDESENVOLVIMENTO - 3º ano

Lista de exercícios
01 - No processo de industrialização brasileira, entre os fatores que se destacam como
fundamentais, é INCORRETO afirmar:

a) Embasou-se inicialmente em bens de consumo não duráveis, atendendo necessidades
básicas da população, para mais tarde implantar indústrias de base.
b) Embasou-se na produção para o mercado interno, que se consolidou como um amplo
mercado, exigindo produtos de tecnologias de ponta cada vez mais sofisticados.
c) Concentrou-se no Sudeste/Sul, fundamentalmente no eixo SP/RJ, favorecido pela
concentração do capital.
d) Promoveu uma intensa substituição da força de trabalho rural/urbana, independentemente
das vagas na atividade industrial.

02 - Na fase inicial do processo de industrialização brasileira (1930 - 1960), São Paulo reuniu os
principais requisitos para o desenvolvimento desse setor da economia, dentre eles:

I - o capital do comércio do café que foi investido em atividades urbanas fabris;
II - a mão-de-obra imigrante que, gradativamente, substituiu o trabalho escravo;
III - as rodovias que ligaram o interior ao porto de Santos;
IV - o mercado consumidor que se formou na capital paulista e arredores.
Pode-se concluir que estão corretos apenas os itens
a) I e III.
b) II e IV.
c) I, II e IV.
d) II, III e IV.

03 - Apesar de o Brasil ter atingido um patamar de crescimento econômico significativo com o
desenvolvimento do setor secundário da economia, as condições de subdesenvolvimento
continuam castigando a sociedade brasileira. Isso dá ao país um perfil de subdesenvolvimento
industrializado.
Com base nas informações anteriores e em seus conhecimentos, é correto afirmar que

a) o Brasil, mesmo não tendo superado a situação de subdesenvolvimento, industrializou-se,
apoiado na iniciativa de milhões de trabalhadores e na extensa abertura do mercado externo
aos produtos brasileiros.
b) imensa parcela da população brasileira continua excluída da participação na renda auferida
com a ampliação da produção industrial e do conseqüente crescimento econômico.
c) o Brasil possuiu o referido perfil apenas no período pré-industrial, antes que o
intervencionismo estatal preparasse as bases para a implantação da verdadeira revolução
industrial brasileira.
d) a nova industrialização, por causa da atual "vocação agrícola" do Brasil é parcial, pois o
parque industrial é incompleto e está em processo de sucateamento desde os meados dos
anos 70.
e) a implantação da industrialização brasileira não resultou em uma profunda crise agrária, pois
não se fez acompanhar de transferência da população do campo para a cidade.

04 - Refletindo sobre a dinâmica que marcou as etapas da industrialização brasileira, leia as
afirmativas abaixo, assinalando V para verdadeiro e F para falso:

( ) Ainda sob o governo de Getúlio Vargas, o estado brasileiro assumiu um importante papel
na industrialização brasileira, ao criar as companhias estatais de infra-estrutura e as indústrias
pesadas necessárias ao nosso desenvolvimento.
( ) Juscelino Kubistcheck redirecionou o modelo industrial brasileiro durante seu governo ao
abrir o país para a entrada das indústrias leves multinacionais, como por exemplo no setor
automobilístico.
( ) Durante o regime militar, o projeto de desenvolvimento econômico brasileiro voltou a
apoiar-se majoritariamente na iniciativa privada e nacional. A prioridade dos militares era
evitar o endividamento externo e direcionar investimentos à educação e à saúde.
( ) A partir dos anos 90, o Brasil passou a seguir fielmente os fundamentos do neoliberalismo,
e assim promoveu a diminuição da participação do Estado nas atividades econômicas e
industriais brasileiras, através de um amplo programa de privatizações no setor infra-estrutural
e de indústrias de base.
( ) Atualmente, as multinacionais controlam a maioria do mercado no setor das indústrias
leves; já no setor dos bens de produção ainda é vetada qualquer participação da iniciativa
privada.
A seqüência correta é:
a) F - F - V - F - V
b) F - F - V - V - V
c) V - V - F - F - V
d) F - V - V - V - F
e) V - V - F - V – F

05 - O desempenho atual da indústria brasileira sofre interferência negativa de fatores de
ordem interna ou externa.
Considerando-se essa informação, é INCORRETO afirmar que, no Brasil, a indústria é afetada,

a) internamente, pelo custo das tarifas públicas e pela carga tributária, que penalizam o setor
produtivo brasileiro.
b) externamente, pelas oscilações no valor da moeda do País, que interferem na
competitividade do produto nacional.
c) externamente, pelos acordos bilaterais que, assinados pelo País, restringem o número de
parceiros e itens comercializados.
d) internamente, pelo baixo poder aquisitivo de grande parte do mercado consumidor,
conseqüência da má distribuição de renda no País.

06 - Com a Terceira Revolução Industrial, a nova divisão do trabalho estabeleceu uma
classificação dos países capitalistas, segundo o domínio de cada um sobre

a) os recursos minerais.
b) o conhecimento técnico-científico.
c) as fontes de energia.
d) as indústrias de bens duráveis.

07 - O processo de industrialização tardia verificado após a Segunda Guerra Mundial promoveu
a) uma divisão territorial do trabalho baseada na troca desigual de commodities.
b) a reunião de líderes de países pobres contra o capital internacional.
c) uma articulação produtiva entre núcleos de países centrais e de países pobres.
d) a atuação decisiva de países periféricos no Conselho de Segurança da ONU.
e) uma frente de países ricos que atuou pela libertação colonial dos povos.

08 - Apresente e explique uma característica:
a) dos primórdios da industrialização na Europa.
b) dos novos espaços industriais europeus.

(Clique no link para ver o gabarito)
http://adohstestes.blogspot.com/2010/05/subdesenvolvimento.html

quarta-feira, 12 de maio de 2010

SÓ APRENDE QUEM FAZ


“Aprendizado é ação. Do contrário, é só informação.”
A frase é de Albert Einstein e reflete bem um problema comum em sala de aula.
É mais ou menos a situação dos livros de dieta e exercícios.
Apenas ler aquele livro não vai fazer você perder peso.
Só escutar o professor não faz o aluno aprender a lição.
Ele precisa fazer alguma coisa com aquela informação.
Só então teremos alguém que realmente entendeu e aprendeu.

Caça palavras


(Clique na imagem para ampliar)

terça-feira, 11 de maio de 2010

Jogos da Barbie Gratis, Jogos Grátis e Jogos de Meninas





Jogos da Barbie Gratis, Jogos Grátis e Jogos de Meninas

Teste de Geografia - Jogos Online - Ultra Downloads

Teste de Geografia - Jogos Online - Ultra Downloads

Mosaico de letras


Quer um para seu blog? É só acessar http://www.imagechef.com/ic/pt/word_mosaic/

CAÇA PALAVRAS EFEITO ESTUFA


(Imagem da Web) (Clique na imagem para ampliar)

COMO SURGE O ESTRESSE






(Imagem da NET)
Segundo os especialistas, o estresse surge como conseqüência direta dos persistentes esforços adaptativos da pessoa à determinada situação de sua vida.
Físicos
Dores de cabeça
Indigestão
Dores musculares
Insônia
Cansaço
Indigestão
Taquicardia
Alergias
Insônia
Queda de cabelo
Mudança de apetite
Gastrite
Colite
Dermatoses
Esgotamento físico
Psicológicos
Tristeza
Tensão
Angústia
Apatia
Memória fraca
Medo
Tiques nervosos
Isolamento e introspecção
Sentimentos de perseguição
Desmotivação
Agitação
Irritabilidade
Emotividade acentuada
Ansiedade
Dicas para Driblar o Estresse
Tenha sempre momentos de lazer
Reconheça seus próprios limites
Seja otimista
Saiba dizer não.
Pratique atividades físicas prazerosas regularmente
Organize suas atividades por ordem de prioridade; não queira fazer tudo de uma vez só.
Identifique os fatores estressantes
Estabeleça prioridades pessoais e profissionais.
Tenha a certeza de que você é capaz de enfrentar os problemas.
Espreguice-se durante o dia.
Tenha mais objetividade em seu dia-a-dia
Alimente-se preferencialmente a cada três horas, colocando uma fruta, um iogurte light entre as refeições principais.
Nas refeições principais evite doces, frituras e massas em excesso.
Em casos mais graves
Caso os sintomas persistam, procure ajuda de um especialista.
Se o médico receitar medicamentos, tome apenas no período prescrito.

DIVISÕES REGIONAIS DO BRASIL

A CHUVA ÁCIDA



Quando chove, certos poluentes atmosféricos provenientes das emissões das fábricas, dos automóveis e da queima de carvão das indústrias termelétricas se dissolvem nas gotas de chuva, que se torna ácida.
Quando chega ao solo, a água dessa chuva dissolve e libera metais pesados e alumínio, prejudicando a vida vegetal e animal, além de corroer construções, monumentos, fios elétricos e metais. Pode também alterar as cadeias alimentares.
A poluição nos reservatórios de água é inevitável. Os efeitos ácidos contidos nesse tipo de chuva podem ser observados também no solo.
Geralmente, a chuva ácida tem sua origem relacionada às áreas mais urbanizadas e industrializadas, mas também pode ser levada pelas correntes atmosféricas para outros lugares. A chuva ácida que cai na Noruega e na Suécia, por exemplo, tem sua origem nas emissões das áreas industriais da Inglaterra, da França e da Alemanha.
No Brasil, uma das áreas afetadas está concentrada próxima ao litoral, onde se localizam os remanescentes de Mata Atlântica. A ocorrência desse fenômeno na Serra do Mar, no estado de São Paulo, está associada à proximidade com o pólo industrial de Cubatão.
O efeito da acidez dessa chuva na floresta assemelha-se ao de uma queimada na vegetação.

Entendimento do Texto
I - Responda.
1 - O que é chuva ácida?
2 - Quais as principais conseqüências da chuva ácida?
3 - Que áreas do Brasil são atingidas pela chuva ácida?
4 - Por que essas áreas são atingidas por esse fenômeno?
5 - Que efeito a chuva ácida provoca nas florestas?

II - Complete de acordo com o texto.

1 - A ....................................... nos reservatórios de água pela chuva ácida é inevitável.
2 - Normalmente, a chuva ácida se origina nas áreas ............................ e .......................................
3 - A chuva ácida que cai na Noruega e na Suécia tem sua origem nas emissões das áreas ...............................da Inglaterra, da França e da Alemanha.

III - Numere os fatos na ordem correta
( ) Os gases poluentes são lançados na atmosfera, onde sofrem transformações químicas
( ) Quando chega ao solo, a água dessa chuva dissolve e libera metais pesados e alumínio, prejudicando a vida vegetal e animal, além de corroer construções, monumentos, fios elétricos e metais.
( ) Essas substâncias se dissolvem na água da chuva e chegam à superfície.
( ) Esses gases são levados para diferentes locais.
Clique no link para visualizar o gabarito
 adohstestes.blogspot.com/2011/08/chuva-acida.html

domingo, 9 de maio de 2010

Água 0001

Águas Subterrâneas 0001

Localização Aquifero

Formação do aquifero guarani.

Geografia em Canção e Imagem - Fome, por quê?

Geografia em Canção e Imagem - Formações Vegetais

Geografia em Canção e Imagem - Meu País

A importância da Geografia

Por que estudar Geografia ?

POR QUE ESTUDAR GEOGRAFIA

Estudar geografia é uma forma de compreender o mundo que vivemos. Por meio desse estudo, podemos entender melhor o local onde moramos – seja uma cidade, seja uma área rural – e o nosso país, assim como os demais países. O campo de preocupações da geografia é o espaço da sociedade humana, em que homens e mulheres vivem e, ao mesmo tempo, produzem modificações que o (re)constroem permanentemente. Estrutura geológica, relevo, clima, vegetação, hidrografia, solo, todos esses elementos – além de outros tais como indústria, agricultura, cidades – constituem o espaço geográfico, isto é, o meio ou a realidade material em que a humanidade vive e do qual é parte integrante.
Tudo nesse espaço depende do ser humano e da natureza. Esta última é fonte primeira de todo o mundo real. A água, a madeira, o petróleo, o carvão mineral, o cimento, o ferro e todas as outras coisas que existem nada mais são que aspectos da natureza. Mas o ser humano reelabora esses elementos naturais ao fabricar os plásticos a partir do petróleo, ao represar rios e construir usinas hidrelétricas, ao aterrar pântanos e edificar cidades. Assim, o espaço geográfico não é apenas morada da sociedade humana, mas principalmente uma realidade que é a cada momento (re)construída pela atividade do ser humano.
Entre os elementos naturais (solo, clima, vegetação, hidrografia, relevo, etc.) existe uma relação de interdependência ou solidariedade.
Para nos posicionarmos inteligentemente em relação a este mundo temos de conhecê-lo bem. Para nele vivermos de forma consciente e crítica, devemos estudar os seus fundamentos, desvendar os seus mecanismos. Ser cidadão pleno em nossa época significa antes de tudo estar integrado criticamente na sociedade, participando ativamente de suas transformações. Para isso, devemos refletir sobre o nosso mundo, compreendendo-o do âmbito local até os âmbitos nacionais e planetários.

REGIONAL EUROPA

EXERCÍCIO 1

Explique porque o tema imigração tornou-se uma questão polêmica, principalmente nas economias mais desenvolvidas da UE.


EXERCÍCIO 2

Justifique a existência de disparidades econômicas entre os membros atuais da UE.


EXERCÍCIO 3

Apresente uma vantagem e uma desvantagem de o reino Unido não ter adotado o Euro e aponte dois outros países do bloco que fizeram a mesma opção.


EXERCÍCIO 4

Sob o ponto de vista social, o que distingue a França da Alemanha e da maioria dos países da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico)? Aponte um exemplo significativo dessa diferença.


EXERCÍCIO 5

Explique o que foi a chamada "sobretaxa de solidariedade" na Alemanha pós-reunificação.


EXERCÍCIO 6

Explique a chamada "questão basca".


EXERCÍCIO 7

Estabeleça uma relação entre nacionalismo, terrorismo e a Irlanda do Norte.


EXERCÍCIO 8

"O tratado de Roma, marco original da Comunidade Européia, inspirou-se no conceito de soberania compartilhada, estabelecido pela CECA". Justifique a veracidade dessa frase.


EXERCÍCIO 9

Explique, resumidamente, os principais fatores que geraram a fragmentação da Iugoslávia.


EXERCÍCIO 10

Jean Monet imaginava os "Estados Unidos da Europa" enquanto Charles de Gaulle defendia a "Europa das Pátrias". A UE está mais inclinada para um desses lados ou está no meio do caminho? Justifique sua resposta.

(Para ver o gabarito clique no link)
http://adohstestes.blogspot.com/2010/05/regional-europa.html

REGIONAL CHINA

EXERCÍCIO 1:

Analise as frases a seguir e julgue-as como verdadeiras ou falsas.

I – A abertura da economia e a prática do capitalismo na China não tem sido acompanhadas pela abertura política.

II – As mudanças na economia chinesa tem reduzido as disparidades regionais que o país apresenta.

III – A revolução cultural chinesa foi marcada por amplos investimentos no setor universitário do país.

Com base em seus conhecimentos marque a alternativa que apresenta a sequência correta:

a) V – V – F

b) V – F – V

c) V – F – F

d) Todas são verdadeiras.

e) Todas são falsas.


EXERCÍCIO 2:

Apresente duas mudanças introduzidas na economia da China pela chamada “política de portas abertas”.


EXERCÍCIO 3:

(UFRJ-2006) Na Zona Econômica Especial (ZEE) de Pudong, que ocupa 500 km2 na costa chinesa, está sendo construído o maior centro financeiro, industrial e comercial do Extremo Oriente. Antes do fim do ano, cerca de cem entidades financeiras da Europa e dos Estados Unidos se somarão às 200 que já operam na ZEE, considerada uma das maiores captadoras de investimentos na Ásia. Apresente uma vantagem oferecida pelo Estado chinês para atrair capitais transnacionais para Pudong.

(Para ver o gabarito clique no link)
http://adohstestes.blogspot.com/2010/05/regional-china-gabarito.html