HORA MUNDIAL (Clique sobre o local desejado para visualizar)

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Tênis ou Livro. (MUITO SÉRIO!)

TÊNIS OU LIVROS
Por: Jaime Folle

Quando presenteamos com um livro, estamos caminhando com a cabeça. Quando presenteamos com um tênis, estamos caminhando com os pés. A questão fundamental está nas bases culturais de um povo que caminha mais com os pés do que com a cabeça. A caminhada com os livros demora e exige tempo e persistência, coisa rara nos dias de hoje. Por isso, estamos com as mentes mais pisantes do que de pensantes.
Dar um livro de presente é cafonice, coisa ultrapassada. Tênis é moderno e elegante. A repercussão disso está nos bancos escolares, onde os alunos que galgam os postos acadêmicos mal sabem escrever e têm enormes dificuldades em criar e pensar. Coloque em prova alunos recém formados no mercado de trabalho para ver os resultados! É desesperador! A falta de leitura e qualidade na escrita, num teste realizado com os acadêmicos pela Empreender Recursos Humanos, constatou que o vocabulário destes alunos mal chegava a duzentas palavras.
Por que gastar R$ 25,00 num livro se posso comprar um tênis de R$ 350,00? Basta assistir os principais canais de televisão aberta para ver a quantidade de promoções de tênis, enquanto que propaganda de livros nem existe.
Desde pequenos, os pais preferem investir nos pés do que na cabeça de seus filhos e forçam os colégios a passarem o filhinho de ano. Precisa ver o desespero dos professores no final de ano para agüentar a pressão dos pais para que seu filho não seja reprovado.
Quando na universidade, na maioria delas, o aluno não é mais aluno, ele passou a ser um cliente. Já que o ensino superior de uns anos pra cá é um grande mercado formador de mentes pisantes e não de mentes pensantes. São fábricas de diplomas de pouca formação, isto é, certifica, mas não qualifica e nem justifica. Basta ver a quantidade de conselhos de classes profissionais exigindo uma prova escrita, para dar a carteira profissional, isto é, a pura prova da falta de qualidade nas faculdades.
São reflexões para os pais e os poucos profissionais da educação de mentes pensantes, para que reflitam em suas comunidades a importância do livro na vida de seus filhos e alunos.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

SINESTESIA

              Os sinestésicos visualizam letras diferentes com cores diferentes em um quadro preto e branco.

Dá-se o nome de sinestesia ao fenômeno de contaminação dos sentidos, ou seja, a confusão neurológica que provoca a percepção de mais de um sentido de uma só vez, essa pode ser visual, olfativa, tátil ou auditiva. Muitas pessoas acreditam que a sinestesia é uma doença, mas não é. É um fenômeno sensorial que ocorre por meio da memória e pelo excesso da criatividade.

A primeira pessoa a falar sobre tal fenômeno foi John Locke em 1690, quando relatou sobre um intelectual cego que refletiu sobre coisas visíveis e percebeu o que era a cor vermelha por meio do som de uma trompa. O primeiro caso registrado na medicina foi em 1922 com uma criança de quase quatro anos.

De forma descontrolada, a sinestesia se manifesta a qualquer momento, por exemplo, ler uma determinada palavra e sentir o gosto de um doce, ou escrever uma letra e relacioná-la com a cor verde... Curiosamente a maioria dos sinestésicos é canhota e tem problemas em distinguir lado direito com lado esquerdo.

A sinestesia pode ser diagnosticada por meio do Teste da Genuidade, TG, que avalia periodicamente a relação entre os estímulos recebidos e a reação para tais. O teste é feito com um grande quadro branco e preto com vários números iguais e espalhados, porém coloca-se poucos números diferentes sobre o mesmo. Tais números diferentes são facilmente percebidos pelos sinestésicos, pois os mesmos detectam esses por meio da diferença entre a coloração. Cada número possui sua coloração específica podendo ser identificado rapidamente.
(Fonte: Brasilescola)

domingo, 5 de dezembro de 2010

Poodwaddle World Clock é um relógio (?) que conta tudo

Este é um exemplo em inglês do que pode ser visto. O modelo em português está no link postado abaixo e com outra apresentação ( e estatísticas) melhores.

Poodwaddle.comVocês já pararam para pensar quantas pessoas morrem neste instante? Quantas nascem? Quantas ficam doentes? Ou até mesmo quantas ficam com dor de barriga, se suicidam, detalhes sobre o ambiente, população mundial, incêndios, violência, etc neste exato momento? Agora pode ficar sabendo isso e muito mais curiosidades que acontecem a cada segundo. O relógio se baseia em estatísticas e é bem interessante. Se quiser matar a curiosidade é só clicar no link abaixo. O link sugerido está com todos os dados movendo-se em tempo real e em português.
/www.poodwaddle.com/clocks2pw.htm

Relógio a vapor

De vez em quando, há quem decida levar o fantástico ao mundo material e, então, surgem maravilhas como os relógios a vapor de Raymond Saunders.
Saunders é um relojoeiro canadense que construiu um grande número de máquinas para medir o tempo com características singulares. Geralmente trata-se de adaptações de relojoaria para parques de atrações ou similares, mas o que realmente chama a atenção de sua produção são os relógios a vapor.

Em 1977 recebeu o encargo de construir algo muito especial para o distrito de Gastown, em Vancouver: o primeiro relógio a vapor jamais construído. O relógio fez tanto sucesso que Saunders teve que fazer outras seis réplicas do relógio destinadas a outras cidades do mundo, como a japonesa Otaru.

O funcionamento do relógio de vapor de Gastown é baseado em uma máquina a vapor de um pistão. O vapor vem do sistema geral de Vancouver canalizado sob as ruas. O resto das entranhas da máquina é formado por toda uma complexa estrutura de engrenagens e um sistema elétrico auxiliar que permite que esta atração turística permaneça em funcionamento permanentemente.
(Fonte: www.mdig.com.br/index.php?itemid=13199)

Globalização (exercício)

01) Estados Unidos, Canadá e México criaram o bloco econômico denominado NAFTA. Um de seus principais pontos é eliminar tarifas alfandegárias e obstáculos para a livre circulação de bens e serviços.
A criação deste bloco compõe um quadro que aponta para uma das contradições socioeconômicas mais marcantes da globalização.

São elementos constituintes dessa contradição:
a) Poder das empresas globais / desorganização da sociedade civil.
b) Incentivo à integração econômica / fragmentação política pelo nacionalismo.
c) Facilidade para a circulação de riquezas / restrição à circulação de pessoas.
d) Democracia nos países desenvolvidos / autoritarismo nas nações subdesenvolvidas.

02) Todas as alternativas abaixo apresentam características ou indicadores do processo de globalização das atividades econômicas ocorrido no final do século XX, EXCETO:
a) A aceleração das transformações demográficas.
b) A revolução ocasionada pelos avanços da informática.
c) O aperfeiçoamento dos meios de transporte e das comunicações.
d) O desenvolvimento tecnológico e científico.

03) Marque a alternativa que NÃO corresponde à globalização.
a) Os avanços tecnológicos como transporte, comunicação e informática.
b) O fortalecimento do Estado-Nação.
c) Aprofundamento da divisão internacional do trabalho ou da produção.
d) A ampliação das desigualdades socioeconômicas norte-sul.
e) O aumento das migrações internacionais.

04) A rede Mc Donald’s tornou-se um dos símbolos das principais mudanças ocorridas em diversos países nos últimos cinqüenta anos. Sua história se confunde com a das relações
econômicas internacionais . Hoje cerca de 50 milhões de pessoas por dia comem em um Mc Donald’s em mais de 120 países.
Uma mudança que pode ser representada pela expansão dessa rede e sua respectiva causa histórica, são:
a) Mundialização da cultura / extinção da dualidade local/global.
b) Padronização do consumo – expansão de empresas transnacionais.
c) Americanização dos costumes – internalização tecnológica do setor industrial.
d) Uniformização dos hábitos alimentares – integração mundial dos mercados nacionais.

05) O desenvolvimento dos meios de comunicação de massa trouxe benefícios e prejuízos para a humanidade. Que fator positivo eles proporcionam ao homem?
(a) O acesso á informação
(b) A melhoria na distribuição de renda
(c) A redução do consumo
(d) A redução da violência


06) Desde o final do século XX, no mundo todo, cresceu a globalização financeira que se destaca
(a) Pela perda de valor do dólar americano.
(b) Pelo crescimento da especulação nas bolsas de valores.
(c) Pela pequena concorrência entre bancos.
(d) Pela estabilidade das bolsas de valores.

07) Sony, Siemens, Revlon, Nike, Sansung, IBM, Adidas, JVC, Shell, etc,  estão cada vez mais presentes na vida das cidades. Elas representam:
a). A mundialização do capital.
b) O poderio da robótica.
c) A vulgarização da internet.
d) O fortalecimento do mercado interno.


08) Considerando o espaço político e geoeconômico do mundo globalizado, assinale a alternativa que corresponde às afirmativas dadas.
* A globalização tem contribuído para o aumento do desemprego, porque acarreta grandes mudanças no processo produtivo, tal como a introdução de tecnologias liberadoras de mão-de-obra.
* O processo de globalização contribui para a formação e o fortalecimento de grandes conglomerados, com faturamento superior ao de muitos países, gerando acumulação e concentração de capitais.
* A economia globalizada estimulou o declínio do comércio mundial, em níveis sem precedentes, tal que propiciou a falência de inúmeras nações na América Latina, Europa e Ásia.
* A globalização conduz à nacionalização dos territórios nacionais e ao fortalecimento das economias regionais, principalmente dos países da América Latina e da Ásia.
Assinale a sequência correta.
A) V, F, V, F
B) F, V, F, V
C) V, V, F, F
D) F, V, V, F

09) Em plena era de globalização, mais da metade do gênero humano jamais discou um número de telefone. Há mais linhas telefônicas em Manhattan (EUA) do que em toda a África, ao sul do Saara.
(Mbeki, vice-presidente da África do Sul, 1995. Adaptado)
Considerando-se o texto anterior, assinale a alternativa correta.

a) O nível de vida das populações e o grau de desenvolvimento tecnológico dos países explicam a desigual distribuição da rede Internet.
b) A cibercultura é universal e constitui um instrumento de massificação e construção de uma identidade cultural global.
c) Os fluxos de informação telefônica não devem ser confundidos com as infovias que têm uma distribuição mais igualitária no mundo.
d) Os custos de conexão virtual são mais elevados nos países ricos que nos pobres, o que explica a sua desigual distribuição.

Para visualizar o gabarito, clique no link abaixo.
adohstestes.blogspot.com/2010/12/globalizacao-exercicio.html