HORA MUNDIAL (Clique sobre o local desejado para visualizar)

domingo, 25 de abril de 2010

TERREMOTOS QUE SE SENTEM NO BRASIL




(Clique nas imagens para ampliar)
Por que algumas cidades brasileiras sentem um terremoto ocorrido na região da cordilheira dos Andes?

Tem se tornado comum o relato de tremores sentidos por moradores de grandes centros urbanos brasileiros. Essas vibrações sísmicas são resultado dos terremotos ocorridos na costa oeste da América do Sul, na zona de colisão entre a placa tectônica de Nazca e a Sul-americana (zona de subducção).

Os terremotos são causados pela energia acumulada no interior da Terra. A crosta terrestre está dividida em grandes placas rígidas, de vários tamanhos, que se movimentam sobre o magma em diferentes direções. Quando uma placa se choca com outra, há liberação de energia. As ondas sísmicas propagam-se pelo interior da Terra e são registradas pelos sismógrafos em vários pontos do mundo. A velocidade e a extensão dessas ondas dependem do meio que atravessam, ou seja, da estrutura geológica dos lugares. Por isso, cidades como São Paulo, Curitiba, Brasília e Manaus, mesmo distantes dos terremotos ocorridos na região das cordilheiras dos Andes, sentem os seus tremores.

Essas cidades brasileiras estão situadas em bacias sedimentares, formadas por rochas mais “moles” ou maleáveis, que amplificam a freqüência das ondas sísmicas, sentidas principalmente pelas pessoas que moram em prédios altos, com mais de cinco andares. Assim, a ressonância entre a vibração do solo e os grandes edifícios, é outro fator que explica o reflexo dos terremotos distantes. A ressonância é um fenômeno físico onde um objeto oscila ou vibra pela influência do outro. Neste caso, quando uma onda sísmica se propaga e atinge a base de um prédio, ocorre a transferência de energia, e os reflexos dos tremores são sentidos.

Vale lembrar que o Brasil também apresenta sismicidade. Apesar do país estar situado no centro da Placa Sul-americana, uma área considerada estável e parcialmente livre de terremotos de grandes magnitudes, existem no território, 48 falhas mestras - locais onde “nascem” os terremotos – localizadas principalmente nas regiões Sudeste e Nordeste.

Para obter mais informações, acompanhar os locais onde ocorrem e a magnitude dos abalos sísmicos no Brasil, acesse o site do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília www.obsis.unb.br

0 comentários:

Postar um comentário