HORA MUNDIAL (Clique sobre o local desejado para visualizar)

segunda-feira, 26 de abril de 2010

A INDUSTRIALIZAÇÃO NOS PAÍSES EMERGENTES

(Ensino Médio)

Denominação dada aos países, outrora de segundo e terceiro mundo, que se industrializaram e continuam se desenvolvendo. Em 2003 foi criado o G-20 que uniu os 20 maiores países emergentes do mundo, a fim de fortalecer a economia dos mesmos e fazer frente ao G-8 (o grupo dos oito países mais desenvolvidos do mundo).

Lista de países emergentes:
* China * Índia* Rússia* Brasil* Argentina* México* Chile* Malásia* África do Sul* Polônia* Hungria* República Checa.

Com a entrada dos países antes de 2º mundo, para a rotulagem de países emergentes, temos hoje 2 classificações:




1ª Países Emergentes Economicamente
São países que tem uma economia muito forte, ou forte, muitas vezes comparadas com economias de 1º mundo, como é o caso do Brasil que tem a 10ª economia do globo, tendo um parque industrial complexo, exporta tanto maquinario de ponta, quanto matéria prima.

2ª Países Emergente Socialmente
São países que tem uma sociedade, comparada com países de 1º mundo, por algumas vezes até melhor,mas não têm ainda um impacto economico forte como os países Emergentes economicamente, ou seja, se uma Hungria quebrar, vai ser menos arrazador para a economia global, que se a China chegar a quebrar, mas por terem uma educação, saúde, saneamente, etc. Equiparados aos países do 1º mundo, estão mais perto do tão almejado 1º mundo, que os países Emergente economicos, que ainda tem serios problemas sociais.

A Industrialização:
Apesar de serem reconhecidos como subdesenvolvidos muitos países podem ser considerados industrializados, no final da década de 60 início de 70 foi difundida a expressão “países subdesenvolvidos industrializados”. O grupo de países industrializados subdesenvolvidos passaram por um processo de industrialização tardia, porém com características singulares. Na América Latina o processo de industrialização iniciou no final do século XIX, mas ganhou forças somente depois da Primeira Guerra, esse se desenvolveu pela industrialização de substituição de importação, já na África do Sul e na Índia ocorreu em meados da década de 40, e por fim nos países asiáticos na década de 60. Para a implantação da industrialização nos países que compõe a América Latina foi preciso contar com a importante participação norte americana, com a inserção de capitais e principalmente de multinacionais (transnacionais), nos países como África do Sul a influência veio da Europa, destacando a inglesa.Na Ásia, os EUA era responsável por grande parte dos investimentos, no entanto, a partir dos anos 80 o Japão também investiu valores quase que no mesmo patamar norte americano.A maioria das empresas presentes nos tigres asiáticos, hoje são provenientes de grupos nacionais, mesmo assim os investimentos estrangeiros foram fundamentais para o processo de industrialização desses países. Fazendo um paralelo entre os grupos de países asiáticos, como a Índia, Coréia do Sul, Cingapura e África do Sul, e os países latino-americanos percebe-se que existem no primeiro grupo uma quantidade maior de capitais “domésticos”.

0 comentários:

Postar um comentário