HORA MUNDIAL (Clique sobre o local desejado para visualizar)

domingo, 25 de abril de 2010

GELATINA X SAÚDE X BELEZA

Já estou para escrever sobre o Colágeno Hidrolisado há algum tempo.

O colágeno é um tipo de proteína (30% de toda proteína do corpo é colágeno) e uma de suas principais funções é formar fibras que dão sustentação à pele (para quem se exercita contribui também na formação dos músculos).

Segundo estudos*, a partir dos 30 anos, o corpo perde 1% dessa proteína ao ano. Essa perda resulta em redução da elasticidade e hidratação da pele, males como rugas,celulite e flacidez. As unhas e cabelos também ficam quebradiços e sem brilho mas, os prejuízos maiores não são notados de imediato: tendões, ossos e cartilagens – estruturas de sustentação que dependem do colágeno – ficam fragilizadas.

Estudos realizados nos Estados Unidos mostram que a ingestão de gelatina na forma hidrolisada aumenta a densidade do osso e auxilia na formação da matriz óssea. Assim, seu uso regular desde cedo funciona como prevenção e já para as pessoas idosas e aqueles que têm tendência à deficiência de cálcio e fragilidade óssea, o uso do colágeno hidrolisado auxilia na reposição do colágeno do organismo.

Extraído do osso e da cartilagem do boi, o colágeno passa pelo processo de hidrólise (quebra das moléculas de proteína) para ser mais facilmente absorvido pelo organismo.
A gelatina que a gente come de sobremesa tem só 10% de proteína. É uma opção bastante saudável, por ser leve, conter água (hidrata o corpo), e pela sensação de saciedade que dá, mas não deve ser considerada como alternativa para firmar a pele.
A gelatina em cápsula é o colágeno puro, só que, por não ser hidrolisada, é menos eficiente.

Reposição de colágeno x saúde da pele **

Uma investigação clínica do Medcin Instituto da Pele avaliou a firmeza, elasticidade e hidratação da pele, como conseqüência da ingestão de colágeno hidrolisado. O estudo contou com a participação de três grupos de 20 voluntárias cada, com idade entre 35 e 60 anos, que tomaram uma dose diária de uma bebida contendo 2g ou 5g de colágeno hidrolisado. O terceiro grupo recebeu amostra placebo, ou seja, uma bebida contendo carboidrato no lugar do colágeno hidrolisado. As avaliações foram conduzidas em dois períodos: no início do estudo e após 60 dias, durante os quais o produto foi ingerido uma vez ao dia. Os resultados mostraram que as mulheres que consumiram 2g de colágeno/dia tiveram um aumento de 4,2% na firmeza e 8,5% na elasticidade da pele, enquanto que aquelas que consumiram 5g/dia tiveram um aumento de 17% na hidratação, 5,5% na firmeza e 10% na elasticidade da pele.


Encontrado em lojas de produtos naturais, orgânicos ou farmácias, ele pode ser consumido misturado a sucos, chás, leite, entre outros alimentos. Em sua composição há cerca de 90 a 95% de proteína, 1 a 2% de sais minerais e até 5% de água, sendo isento de gordura, colesterol e carboidratos.
É bom lembrar que não basta consumir cápsulas que reúnem apenas miligramas dessa substância. O ideal é ingerir cerca de 8-10g de colágeno hidrolisado todos os dias, oferecidos por suplementos específicos para essa finalidade, essa é a quantidade ideal defendida por estudos científicos para obtenção dos benefícios.


0 comentários:

Postar um comentário