HORA MUNDIAL (Clique sobre o local desejado para visualizar)

domingo, 25 de abril de 2010

Crise financeira. Taxas de juros x inflação

A inflação possui diversas causas, uma delas é o aumento da demanda. Quando as pessoas compram mais, nem todos os setores conseguem aumentar sua produção, então respondem ao aumento da demanda através do aumento do preço (é a lei básica da oferta e da procura, se a procura aumenta e a oferta não tem como ser ampliada, o preço, inevitavelmente, sobe).

Diante desse quadro, com os preços subindo, a inflação (que é a medição de preços ao consumidor, ou seja, reflete a elevação ou queda de preços) tende a aumentar. O aumento da inflação preocupa os governos, pois provoca uma redução no poder de compra dos indivíduos (afinal os salários se mantiveram, mas os preços subiram), o que pode gerar uma grande dificuldade de compra de alimentos e outros bens básicos para sobrevivência digna.

Claro, o governo deve intervir de alguma forma para restituir o poder de compra dos indivíduos ou pelo menos frear a tendência de alta dos preços.

É nesse momento em que os Bancos Centrais (por exemplo, o Banco Central dos EUA, chamado Fed) aumentam as taxas de juros da economia. Com as taxas de juros mais altas, os empréstimos ficam mais caros e os investimentos passam a dar maiores lucros, com isso, o consumo diminui, pois o indivíduo não se sente mais atraído a contrair empréstimos e, ao mesmo tempo, mais estimulado a poupar para investir e ter um retorno maior.

0 comentários:

Postar um comentário